Menina desaparecida é encontrada em carro de homem de 30 anos

A menina de 12 anos estava desaparecida desde a noite de segunda-feira (05) e foi encontrada na quarta-feira (07) dentro do carro de um homem de 30 anos
Imagens de câmera de segurança mostram menina de 12 anos desaparecida. Foto: Reprodução/Youtube

Homem de 30 anos que estava com menina de 12 anos desaparecida foi preso na noite de quarta-feira (07), em Salto (SP). Ele é suspeito de sequestro, cárcere privado e estupro de vulnerável. Segundo a polícia, ele confessou ter abusado da garota. Ambos foram encontrados no carro do suspeito. 

Por: Dani Alvarenga

A menina estava desaparecida desde a noite de segunda-feira (05), após dizer que iria até a casa de uma tia, perto da residência do pai. Ele chegou a acompanhá-la até a esquina da tia. Imagens de câmeras de segurança mostraram a garota caminhando com a mochila na mão por volta das 19 horas do mesmo dia de seu sumiço. 

Como a garota não chegou a casa da tia, a polícia foi acionada. A menina chegou a ligar para o irmão e dizer que havia deixado um “presente” para ele embaixo de seu travesseiro, onde foi encontrada uma carta de despedida. O boletim de ocorrência foi feito pela manhã de terça-feira (06) e, de acordo com a mãe, uma busca com cães farejadores para refazer os passos da adolescente foi realizada. 

Segundo o boletim de ocorrência, a mãe foi informada pela escola, que a garota desaparecida estava trocando mensagens com um homem desconhecido por meio do aplicativo WhatsApp. Além disso, em junho, ela chegou a ser seguida em frente ao colégio. 

O homem de 30 anos e a garota que estava desaparecida foram encontrados após uma denúncia anônima de que ela teria sido vista entrando em um veículo. A placa foi passada para a Polícia Civil, que vigiou o local onde o carro estava registrado, assim, possibilitando o flagrante. 

A menina passou por exame de corpo de delito e os resultados devem ficar prontos no prazo de um mês. O suspeito foi indiciado e encaminhado para a cadeia pública de São Pedro do Turvo (SP). O carro foi apreendido, assim como computadores e celulares encontrados no apartamento em que a garota ficava, no Jardim Paineiras, a mais de 300km de  onde morava. 

O caso está sob investigação pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) em Ourinhos e segue para julgamento em segredo de Justiça.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS