MARCHA NA ALEMANHA SE SOLIDARIZA COM TRABALHADORES BRASILEIROS

Manifestações contra ascensão do fascismo no Brasil e gritos por "Lula livre" e "Marielle presente" marcaram manifestações do Primeiro de Maio na Alemanha

Manifestações do Primeiro de Maio na Alemanha: Solidariedade ao Brasil. Foto: Namir Martins

Em muitas cidades da Alemanha, como Hamburgo, Berlim, Colônia, Munique, Mannheim e Dresden, ocorreram no dia de hoje passeatas e manifestos em defesa dos direitos dos trabalhadores. Em todas elas, não faltaram gritos por “Lula livre” e “Marielle presente” desencadeados por grupos de brasileiros e alemães solidários aos que lutam contra a ascensão do fascismo no Brasil, a prisão de Lula e o extermínio de negros, indígenas e integrantes da comunidade LGBTI.

Primeiro de Maio na Alemanha teve marcha por “Lula Livre”

As manifestações começaram desde cedo, em Mannheim, sob céu azul e muito sol. Jovens, velhos, mulheres e homens caminharam da Central Sindical até a Praça do Mercado (Marktplatz), ponto central da cidade, onde os organizadores montaram um palanque. Ao lado das barracas de organizações como a da Anistia Internacional, do Sindicato dos Metalúrgicos e de grupos ecológicos, o grupo de resistência “Solidariedade para os Sindicatos Brasileiros” marcou forte presença. Por toda a praça havia barraquinhas com comidas típicas e bebidas neste dia de grande festividade cultural, histórica e política para os alemães.

O grupo discutiu com passantes temas que envolvem o Brasil atual e informou a população alemã acerca da grave situação em que o país se encontra com os desgovernos e desmandos do neofascista Bolsonaro. “Como todos os grupos presentes, reforçamos aqui nosso objetivo de lutar pelos direitos do trabalhador, mostrar nossa solidariedade aos trabalhadores brasileiros e alastrar pelo mundo a luta por Lula livre!”, afirmou Namir Martins, que mora na Alemanha há quase 30 anos.

Namir trabalha como professora de música em um escola antroposófica e é dirigente do coral brasileiro da sua cidade. Participa do Comitê Lula Livre Berlim / Komitee Freiheit für Lula Berlin, do fórum Resiste Brasil, da Resistência em Frankfurt e do Grupo de Trabalho Solidariedade para os Sindicatos Brasileiros, de Mannheim.

.

Categorias
#EleNãoDemocraciaDireitos HumanosDireitos SociaisGolpeGolpeLulaLula LivreResistência