Manifesto e carreata da Cultura com Boulos & Erundina

Organizamos um Manifesto assinado por mais de 1.400 profissionais da cultura em apoio à candidatura de Boulos e Erundina à prefeitura de São Paulo. Além de outras ações pontuais, uma carreata contra o desmonte da cultura marcará o apoio do setor .Quanto ao Manifesto, trata-se de uma iniciativa organizada pela sociedade civil e que agora conta com ajuda da campanha para ser divulgada.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Organizamos um Manifesto assinado por mais de 1.400 profissionais da cultura em apoio à candidatura de Boulos e Erundina à prefeitura de São Paulo. Além de outras ações pontuais, uma carreata contra o desmonte da cultura marcará o apoio do setor .Quanto ao Manifesto, trata-se de uma iniciativa organizada pela sociedade civil e que agora conta com ajuda da campanha para ser divulgada.

*CARREATA DA CULTURA COM BOULOS E ERUNDINA*

Estamos na reta final pra virar o jogo em São Paulo! Agora precisamos dar mais força pra nossa onda de esperança e vencer a corrida pela prefeitura da maior cidade da América Latina.

Vamos mostrar pros paulistanos que estamos com *Boulos e Erundina* na véspera da eleição com uma carreata com trabalhadores e trabalhadoras da Cultura que vai sair da Cinemateca Brasileira, seguir pela avenida Paulista e descer a Consolação até a sede da prefeitura. Passaremos por pontos simbólicos da cidade, com alegria e muitas intervenções! Um/uma grande artista como você não pode ficar de fora!

*_CULTURA É ESPERANÇA, É RESISTÊNCIA, É AMOR!_*

Venha somar e dar força pra essa onda da mudança! _Adesive seu carro, traga sua bandeira e vamos espalhar esperança pela cidade pra virar os votos._

Quando:* 28/11
*Hora de saída:* 9h30
*Concentração:* Largo Senador Raul Cardoso, Vila Mariana (em frente à Cinemateca Brasileira)
*Itinerário:* Cinemateca – Sena Madureira – Rua Vergueiro – Avenida Paulista – Rua da Consolação – Viaduto do Chá

Leia o manifesto: Manifesto e atos de apoio da Cultura com Boulos & Erundina
Mais de 1.400 trabalhadores da cultura de mais de 220 diferentes atuações
profissionais assinam Manifesto e organizam atos em apoio à candidatura de
Boulos e Erundina à prefeitura da cidade de São Paulo. Carreata contra o
desmonte da Cultura marcará o apoio do setor.

Em 15 de outubro de 2020 foi inaugurada a página Cultura com Boulos e Erundina na rede social Instagram. A conta apresentou como estréia um vídeo de profissionais do teatro da cidade de São Paulo, lendo um manifesto de apoio aos candidatos em 4 minutos e 40 segundos de vozes e desejos estimulantes. O canal seguiu então com a publicaçãovde diversos outros vídeos de apoio que foram chegando dos diversos artistas e
profissionais da cultura tais como Brisa Flow, o sambajingle pelo grupo Bexiga Sem Medo,vMari Paulino criadora do Rap Movimento, Alex Barcelos da Agência Solano Trindade,estudantes de teatro, o cantor Salgadinho, o carnavalesco Renan Ribeiro entre muitosvoutros.
Dias depois o canal publicou o Manifesto da Cultura com Boulos e Erundina, umavadaptação do texto-manifesto da iniciativa do teatro. O novo texto ampliou a voz paravtodos os trabalhadores e amantes da cultura, elenca 6 pontos prioritários das propostasvpara o campo no programa de governo da chapa pessolista e convida a todos osvtrabalhadores a se juntarem a este grupo. O texto do manifesto é assinado pela Frente devApoio Popular da Cultura com Boulos e Erundina, sendo este fonte de discussão e
construção coletiva de diversos agentes culturais.
Hoje totalizam-se mais de 1.400 assinaturas no manifesto. Os profissionais sãovprovenientes de mais de 220 atuações profissionais diferentes que residem em todas asv32 subprefeituras do município. Apesar da chamada ser um apelo municipal, o textovtambém recebeu assinaturas de outras cidades do estado de São Paulo e também outras cidades do Brasil como Brasília, Bahia, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul,
Fortaleza, Ceará, Rio de Janeiro, Curitiba, Mato Grosso, Minas Gerais, Amazonas e Rio Grande do Sul.
Mobilizações amplas e seguras

Por fim, no próximo dia 28 de novembro, véspera das eleições para o segundo turno, está agendada uma Carreata Contra o Desmonte da Cultura na cidade de São Paulo. Todos os profissionais e amantes do setor serão convidados para manifestarem seu apoio de modo seguro e amplo, respeitando o distanciamento social da COVID19.
Os grupos envolvidos acreditam e defendem que São Paulo precisa diminuir o peso do interesse privado e abraçar as responsabilidades públicas para fazer uma gestão para a maioria da sociedade, que a cultura e a arte não podem ser tratadas como mero
negócio. Defendem que a cultura potencializa a vida e qualifica a política; que sem ela, não há democracia.
Profissionais da cultura
Manifesto e canal de apoio procuram apresentar a força e a diversidade que compõe o conjunto de profissionais da cultura. Usualmente representados apenas pelos artistas, este setor reforça que o trabalho é muito coletivo e extremamente impactante na estrutura social do trabalho na cidade de São Paulo. Recentemente boa parte do setor
cultural se viu vitoriosos com a aprovação da Lei Emergencial Aldir Blanc, porém a aplicação e execução da lei se tornou um pesadelo para profissionais da cultura.
As iniciativas deste manifesto e canal de apoio se retroalimentam entre
declarações de apoio, ilustrações, conteúdos audiovisuais e informações de mobilização popular. Os apoios aparecem de profissionais de todos os campos da cultura: Aderecistas, administradores, advogados, agentes culturais, arquitetos, arte educadores, artistas circenses, da dança, de rua, populares, têxtil, arranjadores, artivistas, assessores de imprensa, atores e atrizes, bateristas, bailarinos, bibliotecários, bonequeiros, bordadeiros,
capoeiristas, cantores, carnavalescos, cartunistas, ceramistas, cineastas, compositores, comunicadores, consultores, contadores de histórias, coordenadores pedagógicos, coreógrafos, cozinheiros, costureiros, criadores de conteúdo, críticos de arte, curadores, dançarinos, declamadores, desenhistas, diretores, DJs, designers gráficos, documentaristas, dramaturgos, editores, educadores populares, empresários, engenheiros
de som, escritores, escultores, estilistas, estudantes, faxineiros, figurinistas,
fisioterapeutas, fotógrafos, funcionários públicos, fundadores de ONG, galeristas, gerentes culturais, gestores culturais, grafiteiros, gravuristas, historiadores, iluminadores, intérpretes, jornalistas, luthieres, malabaristas, maquiadores, museólogos, musicistas, músicos, musicoterapeutas, orientadores, paisagistas, palhaços, pedagogos, percussionistas, performers, pesquisadores, pintores de letra, pintores, podcasters, poetas,
preparadores vocais, presidentes de instituições, produtores, professores, programadores culturais, psicanalistas, psicólogos, publicitários, quadrinistas, radialistas, rappers, redatores, regentes, ritimistas, rodies, roteiristas, sambistas,slammers, sociólogos, sombristas, supervisores financeiros, técnicos, videoartistas e videomakers.
Destaques de assinantes do Manifesto
Albano Afonso Artista visual
Alcimar Frazão Quadrinista
Alice Alves Figurinista
Antônio Albino Canelas Rubim Professor e pesquisador em cultura
Arnaldo Antunes Músico
Célio Turino Historiador, escritor
Celso Frateschi Ator e diretor de teatro
Cibele Forjaz Diretora e iluminadora de Teatro
Dani Ribas Pesquisadora
Durvalina Soares Bibliotecária
Eduardo Gudin Músico, compositor.
Elaine Batista Técnica de Iluminação
Elaine Calux Assessoria de imprensa
Elisa Gudin Cantora
Erica Cardial Maquiadora e Produtora
Eugênio Lima DJ
Evandro Salles Curador
Fernanda Pittelkow Cozinheira
Fernando Velázquez artista visual
Francisco Bosco intelectual público
Gabi Sá Earp artista visual
Geo Britto Diretor teatral e educador popular
Georgia LengosBailarina /Diretora
Giselle Beiguelman Artista
Giuliano Tierno Contador de Histórias
Guilherme Varella Pesquisador e gestor cultural
Isaura Botelho Professora e pesquisadora
Ivo Mesquita Escritor e pesquisador
Jade Percassi Artista Popular
Joana Salles Bordadeira
José Miguel Wisnik músico
José Trajano Jornalista e escritor
Julián Fuks Escritor
Karen WorcmanDiretora de Museu
Laerte cartunista
Luciana Facchini Noleto designer gráfica
Luiz Ruffato Escritor
Marcelo Larrea Cenógrafo
Marcia Abujamra diretora e produtora
Marco Giannotti Artista e professor universitário
Mariana Bergel Empresária cultural
Marta Porto Escritora
Matheus Nachtergaele ator e diretor
Mauricio Kubrusly jornalista
Maurício Mateus Técnico de teatro
Pagode na Lata Músicos
Paulo Betti Ator
Paulo pasta Artista plástico
Railídia Sambista
Renan Ribeiro Carnavalesco
Rita Rosa Lins de Almeida Costureira
Rochelle Costi Artista visual
Rosana Palazyan Artista visual
Sandra Regina Cinto Artista visual
Sandro Borelli Coreógrafo
Sergio Siviero Ator
Silvio Tendler Cineasta
Tata Amaral Cineasta
Tião Soares Pesquisador e bonequeiro
Tiche Vianna Diretora e Pesquisadora Teatral
William Zarella Junior Aderecista
Willian Vitor Mosca Correa Rapper

Lista de assinantes do Manifesto:
https://linktr.ee/culturacombouloseerundina

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>