Manifestação em Brasília pelo impeachment de Bolsonaro

Ontem (17/11/21), protestos pelo impeachment do presidente Bolsonaro eclodiram pelo país inteiro. Em Brasília, na Praça dos Três Poderes, pudemos presenciar uma manifestação seguida de uma performance.  

No começo foram estendidas faixas com os dizeres: ‘a unidade vence o ódio: fora Bolsonaro’, ‘impeachment já’, e ao meio uma bandeira do Brasil. Os manifestantes seguraram cartazes com diversas falas, como ‘eu defendo o SUS’, ‘fora Bolsonaro’.  

Apesar da presença de partidos políticos, também havia pessoas que não se mostraram partidárias, elas estavam ali pelas 200.000 pessoas mortas e por pura indignação em relação à situação atual de Manaus, em que a falta de respiradores está causando uma quantidade de mortes diárias muito superior à média do país.

Segundo dados atualizados do Ministério da Saúde, em relação ao dia de ontem foram 68 mortos em Manaus com nenhuma recuperação. Esse choque fez com que essa manifestação, que ocorre todo domingo, tivesse um aumento drástico de participantes.

Às 17h10, depois de cerca de 20 minutos de ensaio, os manifestantes participaram de uma performance em que a morte, usando a faixa presidencial, passava por cada um deles, os matando, e depois que outros manifestantes passavam com uma faixa de impeachment, matando a própria morte, os manifestantes que haviam sido ‘mortos’ se levantaram aos poucos.

Depois eles se reuniram todos atrás da faixa ‘impeachment já’ e caminharam até o Supremo Tribunal Federal (STF), voltando em seguida para o ponto inicial do protesto, em frente ao Planalto, onde o microfone ficou aberto para aqueles que quisessem falar.

Não houve ordem de fala ou inscrição, desde o começo os organizadores falaram ao microfone que esse foi ato apartidário e que todos eram bem-vindos para expressar suas opiniões e sentimentos em tempos tão sombrios.

Para conferir a manifestação na íntegra, veja o vídeo abaixo:

   

COMENTÁRIOS

  • Se o Rodrigo Maia, tivesse saco roxo, ele teria dado prosseguimento no Impichemam do Bozonaro, desde o final do ano passado.

  • POSTS RELACIONADOS

    >