Lula não disse o que o Kennedy Alencar disse que ele disse

É fake news o título da matéria que o jornalista Kennedy Alencar escreveu para anunciar a entrevista exclusiva com o presidente Lula

Anna Ly, especial para os Jornalistas Livres

No blog do Kennedy (https://www.blogdokennedy.com.br/lula-pedira-progressao-de-regime-quero-ir-pra-casa/), o repórter reproduz o diálogo que manteve com Lula sobre o assunto da progressão da pena.

Kennedy pergunta várias vezes ao Lula sobre o que ele acha de deixar a prisão para o regime semiaberto. Em nenhum momento Lula diz que “pedirá progressão de regime”.

Ao contrário! Lula coloca um imenso condicionante a isso, que é ele ter o direito de continuar lutando para provar sua inocência e que os advogados dele lhe garantam essa possibilidade.

Leia trecho:

Lula: Por que você acha que eu digo que não troco a minha dignidade pela minha liberdade? Porque, de vez em quando as pessoas falam “Ah, mas agora foi julgado e tem a tal da detração [penal] e você já pode sair”. Obviamente, quando os meus advogados disserem “Lula, você pode sair”, eu vou sair. Só sairei daqui se qualquer coisa que tiver que tomar decisão não impedir de eu continuar brigando pela minha inocência.

Kennedy Alencar: A questão da detração, presidente, é um direito que o sr. tem, porque o sr. já tem menos de oito anos de pena a cumprir. E, no regime brasileiro, pode ir para o semiaberto. Como não há vagas, o sr. poderia sair para trabalhar durante o dia e voltar para casa. O sr. vai pedir a detração penal?

Lula: Olha, eu só pedirei no dia em que meus advogados, o Cristiano [Zanin] e o [Roberto] Batochio, disserem pra mim “Presidente Lula, o sr. pode pedir, que, se o sr. pedir, o sr. pode continuar a sua briga pela sua inocência”.

KA: Os advogados já dizem isso.

Lula: Os meus advogados não disseram. Eu vou ter uma reunião com o Cristiano hoje, que eu quero entender bem isso. Tem muita gente dando palpite.

KA: Então, vamos ser claros aqui: se os advogados disserem que sr. pode pedir esse direito e isso significar que o sr. pode continuar dizendo que é inocente, o sr. vai pedir?

Lula: Não é só dizendo, não. Eu quero continuar provando a minha inocência. Aí, eu posso pedir. (…) Olha, se os advogados disserem para mim, “Lula, você pode pedir a detração e você vai continuar brigando pela sua inocência do mesmo jeito que você está”, eu não tenho nenhum problema de pedir, porque eu quero sair daqui.

KA: O sr. vai pedir ou não vai pedir?

Lula: Eu posso pedir.

KA: Pode ou vai?

Lula: Posso pedir se eles me garantirem que eu posso continuar me defendendo.

KA: Seja claro, presidente… se eles disserem, o sr. vai pedir?

Lula: Peço. Eu quero ir pra casa. Agora, se eu tiver que abrir mão de continuar a briga pela minha defesa, eu não tenho nenhum problema de ficar aqui.

Hoje, misteriosamente, a RedeTV, emissora para a qual Kennedy realizou a entrevista (em parceria com a BBC Internacional) anunciou o cancelamento da exibição do pingue-pongue com Lula.

O que está acontecendo?

Vejam aqui a matéria: https://www.blogdokennedy.com.br/lula-pedira-progressao-de-regime-quero-ir-pra-casa/

Foto: Ricardo Stuckert

Categorias
DestaquesLula Livre