Florianópolis: jovem vítima de estupro coletivo

Estupro coletivo: jovem vítima de violência homofóbica em Florianópolis segue hospitalizado.


Jovem gay de 22 anos que sofreu estupro coletivo e tortura permanece hospitalizado em estado grave em Florianópolis. Advogada da Comissão de Direito Homoafetivo da OAB-SC foi ameaçada de ter o mesmo fim
O jovem foi estuprado por três homens no Centro de Florianópolis, espancado e torturado na segunda-feira (31), mas o crime, de evidentes motivações de ódio de gênero, só foi divulgado pela polícia na sexta-feira, 4/6. Durante a tortura, o rapaz foi obrigado pelos estupradores a utilizar cacos de vidros para incrustar na própria pele dizeres humilhantes e homofóbicos (como “eu sou viado”) de forma permanente. Ele também sofreu lacerações por vidros e outros objetos cortantes inseridos em seu ânus. Após a sessão de tortura, os três abandonaram a vítima na rua, entre a vida e a morte.
Internado no dia 31 em hospital de Florianópolis mantido em sigilo, o jovem permanece em estado muito grave. As investigações dos criminosos estão sendo feitas pela 5ª Delegacia de Polícia da Capital, que mantém não divulga os detalhes sobre o inquérito para preservar a vítima. Para as autoridades, a motivação homofóbica é a “principal suspeita”. Inicialmente ele foi atendida pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Florianópolis, pois os policiais que o recolheram acreditaram que se tratasse de um adolescente.

Ameaças contra advogada e posição da OAB/SC

Relato de ameaças contra advogada

Apesar do silêncio das autoridades policiais, que afirmou em nota oficial ter tomado todas as providências e que não irá se manifestar sobre o caso no momento, a barbárie vem causando grande revolta e comoção pública. Nas redes sociais, o caso é associado a outros crimes de ódio com requintes de violência desde a ascensão do neofascismo no Brasil. Em razão de sua manifestação de repúdio à frente da Comissão de Direito Homoafetivo da Ordem dos Advogados do Brasil em Santa Catarina (OAB/SC), a advogada Margareth Hernandez denunciou em seu Facebook na noite de ontem estar sendo ameaçada de estupro por terroristas de internet que produziram uma falsa acusação da advogada ao presidente Bolsonaro pelo crime de ódio, associando sua foto à do presidente em fake news criada por uma publicação bolsonarista de Passo Fundo.
Gente, estou sendo atacada ferozmente por bolsonaristas, ofensas fortíssimas, ameaças contra minha integridade física e além disso, me desejando a morte por covid.
Inacreditável, mas é verdade!!
Vou registrar boletim de ocorrência, porque ameaçar minha vida já é demais!
Tive que restringir comentários no Instagram e talvez me ausente das redes por uns dias.
Bloqueei 40 pessoas estranhas que me ofenderam e as denunciei pro Instagram.
Um jornal de Passo Fundo no RS publicou matéria com foto minha e do Bolsonaro, dizendo que eu o culpei pelo estupro do rapaz aqui em Florianópolis.
A foto que publicaram foi retirada do meu Instagram em que eu estou enrolada numa bandeira LGBTI, imunda foi elogio pra mim!!
Meus amigos advogados irão tomar as providências judiciais cabíveis ao caso.
O dia hoje foi pesado!!
Orem por mim! O apoio dos amigos é importante nessa hora!
Em nota pública, a Comissão de Direito Homoafetivo e Gênero e a Comissão do Direito da Vítima da OAB-SC repudiaram o ocorrido na sexta-feira (4). “As Comissões estão diligenciando esforços, junto às delegacias especializadas e entidades de proteção à comunidade LGBTQIA+, para obtenção de informações sobre a apuração da autoria do crime e no auxílio jurídico e atenção aos familiares da vítima, manifestando, desde já, toda a solidariedade”. A presidente da Comissão, Margareth Hernandes, vítima das ameaças, também se manifestou sobre o estupro coletivo como mais uma violência que concorre para o “verdadeiro genocídio da população LGBTQI+, assistido frequente e cotidianamente no Brasil atual.”

OAB/SC presta solidariedade á vítima de estrupro coletivo


“Mais um dia de violência no país que mais mata homo e transexuais no mundo. (…) Discursos de ódio são aplaudidos e (…) pessoas morrem de forma cruel”, afirma, em uma rede social. Confira a íntegra da nota da OAB-SC: “A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Santa Catarina, através das Comissões de Direito Homoafetivo e Gênero e do Direito da Vítima, vêm a público manifestar repúdio ao crime bárbaro cometido na cidade de Florianópolis, contra um jovem gay de 22 anos, que de forma cruel foi torturado, estuprado e tatuado sob coação, com dizeres homofóbicos, permanecendo em estado grave no hospital. As Comissões informam estar diligenciando esforços, junto às delegacias especializadas e entidades de proteção à comunidade LGBTQI+, na obtenção de informações sobre a apuração da autoria deste horrível crime e no auxílio jurídico e atenção aos familiares da vítima, manifestando, desde já, toda a solidariedade. É mister reforçar o papel institucional destas Comissões, no sentido de trabalhar com a prevenção dessas violências, amparar as vítimas e buscar a punibilidade dos responsáveis por essa e inúmeras situações similares, que compõem um verdadeiro genocídio da população LGBTQI+, assistido frequente e cotidianamente no Brasil atual.”

Caso de Homofobia em Florianópolis

COMENTÁRIOS

  • Absurdo! Um espírito de maldade paira sobre o Brasil. Não existe mais respeito pela vida do semelhante e nem temor a Deus.

    • Mas existe indícios mesmo ele ja declarou “prefere ter um filho morto do que gay” e quem começou com isso “é culpa da esquerda” foi ele e sua corja” e quem ta falando isso é porque recebeu ameaças! e ele foi batizado no rio jordão por um pastor, e dissemina o ódio no páis! ele sabe por que foi batizado? ele sabe para que é um batismo? não! ele assuma a palavra que saiu da boca dele para ele e sua corja “o verdadeiro “cristofóbico”, tem dúvida ainda? acho que não com certeza sem medo de errar!”

  • Agora tudo é culpa do Bolsonaro!!!Mas se aproveitam das situações pra expor seu lado político.Que coisa feia.O que aconteceu com esse jovem é triste demais.Vivemos numa sociedade em que as pessoas estão cada vez mais se tornando cruéis, egoístas e pensando nos seus próprios interesses.

    • NAO VI O POST DELA MAS NINGUEM OFENDE DE GRAÇA E PELO VISTO ELA É MILITANTE PRESIDENTE DE ONG PARECE. ENFIM NADA JUSTIFICA AMEAÇAS CONTRA A INTEGRIDADE DE OUTREM MAS QUEM FALA O QUE QUER RECEBE O QUE NAO QUER. OUTRA COISA ESTÁ NA HORA DE PARA COM ESSE MIMIMI DE DISCURSO HOMOFOBIA ISTO VAI MUITO MAIS ALEM É UMA ATENTADO CONTRA A VIDA HUMANA COM REQUINTES DE CRUELDADE SEM TAMANHO. APESAR QUE NESTE CASO EXPLICITAMENTE OS AGRESSORES DEMONSTRAREM CLARAMENTE NAO GOSTAREM DA OPÇÃO SEXUAL DO RAPAZ. E ACHO QUE É ASSIM QUE DEVEMOS ENCARAR SEMPRE SERES HUMANOS ACOMETIDOS PRO CRIMES PREVISTOS EM LEI E PONTO FINAL. O QUE PRECISAMOS TER SÃO LEIS MELHORES E MAIS SEVERAS PARA PUNIRMOS NAO SÓ AGRESSORES SEXUAIS COMO TAMBEM QUEM TACA FOGO EM MORADOR DE RUA E OUTRAS BARBARIES MAIS.

  • O que faz um ser cometer uma atrocidade dessas? Nem tem palavras para designar esta espécie que não é humano e nem animal, porque até os animais são melhores que estes demônios. Tem que haver punição severa um crime desta natureza.

  • Uma barbárie. Uma Nação que diz ser governada por um Messias, escolhido por Deus, não sabe o significado de Amar o teu próximo como a ti mesmo, lembrando que o único Justo e Santo não faz acepção de pessoas.
    Abomina o pecado, mas ama o pecador, entregando sua vida na cruz por Amor de todos. Tomou sobre si toda iniquidade para nos ensinar a Amar e respeitar o nosso próximo.

  • Quem comete um crime deste contra um semelhante não é humano. É monstro. Eu espero que os órgãos de investigação e justiça descubram e punam com prisão perpétua estes sujeitos. Que sejam tirados do convívio humano estas bestas-feras porque são risco eminente pra sociedade. Em 2019 abriram a tampa do bueiro e os lixos humanos sairam e sentem confortáveis pra praticarem suas psicopatias. Só pena de morte resolve pra estes tipos.

  • NINGUEM OFENDE DE GRAÇA, COM CERTEZA VOCE ESCREVEU ALGUMA COMENTÁRIO DESNECESSÁRIO QUE MOTIVOU ESSAS AGRESSÕES ESCRITAS, APESAR DE NÃO CONCORDAR COM AMEAÇAS A INTEGRIDADE DE NINGUEM. . QUANTO AO CRIME UM ABSURDO INDEPENDENTE DE OPÇAO SEXUAL ISTO É UMA BARBÁRIE QUE NÃO PODE SER TOLERADA CONTRA UM SER HUMANO. NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA TAL ATO. DEVEMOS MUDAR NOSSAS LEIS NAO PARA POLARIZAR CRIMES HOMOFÓBICOS MAS SIM CRIMESSSSS QUE DEVEM TER PENAS MAIS DURAS E LONGAS. ENQUANTO NAO TIVERMOS UM SISTEMA PENITENCIARIO PRIVADO ONDE ESSES ELEMENTOS FIQUEM GUARDADOS E TRABALHEM PARA COMER SE VESTIR E PAGAR SEUS CRIMES DE FORMA JUSTA.

  • Pessoas que se acham no direito de violentar, exterminar o próximo que pensa diferente, é covarde, pequeno, inseguro e , no fundo mas bem no fundo sentem um profundo desejo de ser como a vítima, só que lhes falta algo que só pessoas de caráter tem, coragem.

  • POSTS RELACIONADOS

    >