Estudantes da Universidade de Oxford montam acampamento em manifestação Pró-Palestina

Milhares de manifestantes pró-Palestina, dos mais variados setores da sociedade se manifestam de modo permanente em cidades ao redor do planeta.

Não foi diferente em Oxford, a cidade universitária mais famosa e renomada do mundo, com mais de 9 séculos de tradição no ensino. Estudantes acamparam em frente a um dos locais mais emblemáticos e fotografados da cidade, a Radcliffe Camera, uma das 28 Bibliotecas da Universidade de Oxford, esta do século 17.

Desde terça-feira, depois do ataque israelense em Rafah, no sul de Gaza, cidades como Londres, Paris, do México, Bolonha e muitas outras, exigem o cessar fogo imediato e a liberdade para o povo Palestino!

O mundo pelo fim do g3n0c1dio!

PARA ENTENDER: Estudantes da Universidade de Oxford montaram dois acampamentos em solidariedade aos palestinos em Gaza desde 06.05. Após a detenção de 16 estudantes, os participantes dos dois acampamentos continuam a protestar contra a guerra israelense, apesar da repressão policial.

A organização Oxford Action for Palestine disse que “as autoridades universitárias chamaram a polícia depois que os estudantes começaram o seu protesto nos escritórios da administração, como aconteceu em outros campi na Grã-Bretanha, nos Estados Unidos e em outros lugares durante o conflito em Gaza.

Os manifestantes pediam que a universidade cortasse relações com empresas ligadas a Isra3l, em guerra com o H4mas na Faixa de G4za.”

📸 @anarojas.uk – Oxford, Inglaterra

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornalistas Livres

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Maria da Conceição Tavares

Era assim Conceição Tavares: trovejava e relampejava, parecia uma alucinada às vezes, mas se mostrava cuidadosa e ponderada nos momentos críticos