ESPECIAL – A BELA HISTÓRIA DOS ESTUDANTES QUE OCUPARAM A ALESP

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Numa Assembleia Legislativa, onde nunca antes na história, o povo se sentiu representado, movimentos estudantis venceram o terror psicológico construído pelo presidente da Alesp e principal suspeito de envolvimento com a máfia das merendas, Fernando Capez.
A ocupação dos estudantes secundaristas no plenário Juscelino Kubitschek inaugura um novo tempo. Um tempo de cidadania ativa. Quem vai narrar esse momento no futuro? Quem vai escrever esse episódio dos bravos jovens que permaneceram por 4 dias naquele espaço profanado pela corrupção. Foi a primeira vez que tamanha ousadia aconteceu.
A última vez que o povo “tomou conta” da assembleia foi em 1992, quando professores em greve ocuparam o plenário por algumas horas. Mas esse novo tempo que agora se configura, traz novos ares e tem como mote a ocupação das escolas em luta.
A juventude ocupou esse espaço e vem ocupando seu próprio lugar no mundo! Essa é a principal lição! Nem que para isso seja necessário parar, o plenário da maior metrópole da América Latina, o estado mais importante do país, o Brasil ou mundo! Esses meninos e meninas não vão se calar.
#CPIdasMerendasJá #MexeuComEstudanteVocêVaiSairPerdendo

Katia Passos e Christian Braga, especial para Jornalistas Livres, com edição de Rafael Ramos.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Zumbi Resiste e vive

Texto: Zumbi Resiste. Fotos da marcha: Gabriel de Moura. Outras fotos: Gabriel Carcavalli A poucos metros da Faculdade Zumbi dos Palmares, no bairro do Bom

>