Empresário bolsonarista publica vídeo atirando em alvo com rosto de Lula

Luiz Henrique Crestani, apoiador de Bolsonaro, fez uma publicação em seu Instagram no qual atirava contra um alvo com o rosto de Lula
Luiz Crestani

O empresário bolsonarista Luiz Henrique Crestani publicou em seu Instagram, um vídeo no qual utiliza um alvo para prática de tiro com o rosto de Lula (PT). A publicação, com legenda “Quem é o ladrão?”, mostra Crestani e sua esposa atirando múltiplas vezes no alvo, ao som de gargalhadas. O empresário é dono da Luke Group, uma empresa que atua em diversos setores – incluindo o de clubes de tiro.

No vídeo, Luiz Crestani usa o rosto de Lula sobreposto à imagem de um ladrão armado, fazendo uma pessoa de refém. Na parte superior da imagem, é possível ver a frase “Atire no ladrão”. Ao final da gravação, o bolsonarista posa ao lado do alvo destruído, e diz para a câmera: “Agora não sei qual é o ladrão. Os tiros pegaram para todo lado. É o de lá ou de cá? Coloquem nos comentários”. A publicação já foi apagada de suas redes sociais.

Imagem de Lula utilizada como alvo.

Em nota, o empresário diz que não é “a favor da violência e nem de agressões a quem quer que seja” e alegou que a utilização da imagem de Lula não é política. Seu Instagram, que possui mais de 180 mil seguidores, é utilizado para demonstrar seu apoio ao governo Bolsonaro e destilar ódio contra o Partido dos Trabalhadores, o qual Luiz Crestani chama de “Partido das Trevas”.

Em 2018, o bolsonarista colou cartazes em sua empresa anunciando um churrasco, caso Bolsonaro (PL) fosse eleito no primeiro turno.

A assessoria jurídica do Partido dos Trabalhadores, já registrou um boletim de ocorrência por injúria, calúnia difamação e ameaça. O chefe da segurança da campanha de Lula também solicitou a instalação de um inquérito para investigar Luiz Crestani.

Incentivo a posse de armas

Atualmente, mais de um milhão de armas estão nas mãos de caçadores, atiradores e colecionadores (CACs), quase o triplo de armas registradas em 2019. E o número de registro de CACs (673 mil) supera o número de policiais militares na ativa e integrantes das Forças Armadas de todo o país, segundo dados obtidos pelos Institutos Igarapé e Sou da Paz.

Bolsonaro é favorável a que a população se arme. Foi bandeira de sua campanha eleitoral em 2017 e continua sendo bandeira de campanha em 2022. “Todo mundo tem que comprar fuzil, pô. Povo armado jamais será escravizado”, disse em agosto de 2021. Em seu governo mais de 30 decretos e atos normativos a favor das armas foram publicados.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS