Datafolha: Lula ainda ganha no primeiro turno com 52% dos votos válidos

Datafolha: Povão continua com Lula. Auxílio Brasil não compra os votos dos mais pobrespopulares
Datafolha: Povão continua com Lula. Auxílio Brasil não compra os votos dos mais pobres

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta (18) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 52% das intenções de votos válidos na disputa da sucessão de Jair Bolsonaro (PL), o que o faria ganhar a eleição no primeiro turno, caso o pleito fosse realizado hoje. O primeiro turno ocorrerá em 2 de outubro.

Bolsonaro bem que tentou reverter o quadro que lhe é desfavorável, distribuindo bilhões de reais das indecentes verbas secretas para seus apoiadores. Também apelou para a distribuição do Auxílio Brasil de R$ 600, cuja primeira parcela começou a ser paga no dia 9. Por fim, Bolsonaro interveio pessoalmente para a redução do preço dos combustíveis. As medidas, entretanto, não estão surtindo o efeito esperado.

A posição de Lula é semelhante à registrada na pesquisa anterior feita pelo instituto Datafolha, em julho. Como a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos, Lula pode ter tanto 50%, necessitando apenas um voto a mais para liquidar a fatura no primeiro turno, como pode ter mais confortáveis 54%.

A pesquisa Datafolha ouviu 5.744 pessoas em 281 municípios, entre os dias 17 e 18 de agosto.

O resultado é muito ruim para Bolsonaro porque 3 em cada 4 eleitores já estão decididos sobre seus votos, o que indica que não devem mais mudar sua escolha.

A taxa de rejeição de Bolsonaro, além disso, continua sendo altíssima: nada menos do que 51% dos entrevistados dizem que não votarão em Bolsonaro de jeito nenhum, contra 37% que rejeitam o voto em Lula. Bolsonaro é o candidato mais rejeitado, entre todos os estão na disputa, segundo o Datafolha.

O melhor para Lula é que entre os mais pobres ele continua reinando absoluto. Nada menos do que 55% dos eleitores que ganham até dois salários mínimos continuam votando no petista. Os 45% restantes dividem-se entre todos os demais candidatos.

Entre os brasileiros que recebem o Auxílio Brasil, ou vivem com quem recebe a ajuda, Lula tem 56% das preferências. Os moradores no Nordeste preferem Lula, dando a ele 57% dos votos. Entre os pretos, Lula tem 60% das preferências. Sete em cada dez homossexuais e bissexuais escolhem Lula, uma vantagem avassaladora.

Já quem escolhe Bolsonaro são os ricos, brancos, evangélicos e moradores da região norte do País. Dos que têm renda superior a 10 salários mínimos, 43% escolhem Bolsonaro, mesma porcentagem apresentada pelos moradores da Região Norte. Os auto-declarados brancos escolhem Bolsonaro, dando a ele 38% de seus votos. A maior vantagem, contudo, Bolsonaro extrai do rebanho evangélico, que lhe dá 49% dos votos.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS