Cristãos que não querem herdar o reino dos céus

Cristãos que não herdarão o reino dos céus

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Eu pergunto a você
Onde vai se esconder
Da enorme euforia
Como vai proibir
Quando o galo insistir
Em cantar
Água nova brotando
E a gente se amando
Sem parar

Apesar de você Chico Buarque

“Possivelmente compartilhei fake news? Possivelmente. Desculpa aí… Tive uma minuta de sororidade perdida com a primeira dama? Tive.  Retirei a postagem? Não.  Como boa cristã,  me arrependo?  Sim.  Mas só amanhã. Ou depois da eleição.”

Tem um tipo de cristão que não quer herdar o reino dos céus.  Não sei se lhes falta paciência ou lhes sobra maldade e ganância. O caso é que abriram mão da utopia celestial – em que cada alma viverá em harmonia eterna – em troca de mandar no mundo e enriquecer. O presidente do Brasil é um.

Ele ri da morte do povo,  se irmana com gente podre  (de rica), oprime, desvaloriza e coisifica a esposa e Fraquê,  sua filha… Além disso, por coincidência, é vizinho do assassino de Marielle Franco.

Eu sei… essa última parte não tem nada haver… pois nem sempre se pode escolher a vizinhança… mas quem poderia ter mandado o vizinho do presidente matar Marielle? 

O brabo que tá no poder é um cristão que não comunga com os valores de quem inspirou a crença, não ama ninguém e faz da nossa vida um inferno.

Vai que, ontem, eu compartilhei um vídeo em que o infeliz,  supostamente,  dizia ofensas à esposa.  No mesmo momento, o Instagram mandou um recado dizendo que ele continha fraude (e a rede se referia ao vídeo,  não ao governante!) – me fazendo passar por caluniosa e/ou ignorante. 

Algumas queridas comentaram:  de fato, não era a voz do nojento. E daí nós concordamos que a gente não precisa de um vídeo pra saber que o dito cujo é um macho escroto, certo?

Possivelmente compartilhei fake news? Possivelmente. Desculpa aí…

Tive uma minuta de sororidade perdida com a primeira dama? Tive. 

Retirei a postagem? Não.  

Como boa cristã,  me arrependo?  Sim. 

Mas só amanhã. Ou depois da eleição. 

Presidente,  o Instagram pode até acusar nóis de burra… mas é a gente comum, essa aí que você odeia, que  herdará o  reino dos céus na terra e além.

Seu reinado sujo termina junto com 2022.


Dinha (Maria Nilda de Carvalho Mota) é poeta, militante contra o racismo, editora independente e Pós Doutora em Literatura. É autora dos livros "De passagem mas não a passeio" (2006) Diário do fim do mundo (2019) e Horas, Minutas y Segundas (2022), entre outros. 
Nas redes: @dinhamarianilda

LEIA TAMBÉM algumas das crônicas anteriores:

Café com Meritocracia

Eu queria ser boçal ainda

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornalistas Livres

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Lula acerta na economia?

Até agora o governo Lula 3 se configura como independente e assertivo na área econômica. Pode-se dizer que fosse economista, o Lula atual seria um desenvolvimentista, keynesiano e heterodoxo.