fila de cesta básica

Não basta ser pobre

No Café com Muriçoca de hoje Dinha lembra que “Não basta ser pobre”, tem que parecer miserável. Ela discute dignidade e expectativas sociais sobre pessoas pobres em nosso país.

LER MAIS »
Uma puta maré branca: Por que o senhor atirou em mim?

Uma puta maré branca

O Café com Muriçoca de hoje traz “uma puta maré branca”. Nela, Dinha subverte a linguagem racista e problematiza o genocídio negro a partir do nosso idioma.

LER MAIS »
Fraquê Matsunaga em painel na rua

Fraquê Matsunaga

Bem-vindos e bem-vindas ao “Café com muriçoca” – espaço de compartilhamento literário dos Jornalistas Livres. No texto de hoje, “Fraquê Matsunaga”, Dinha conta a história de um príncipe encantado em busca de uma esposa linda, nobre e recatada – para ser sua escrava doméstica-sexual.

LER MAIS »
>