Capitão Contar, candidato de Bolsonaro no MS, aumentou o patrimônio em 725%

Bolsonaro declarou, no debate da Globo, apoio Capitão Contar (PTBR). O candidato aumentou seu patrimônio em 500 mil em 4 anos

Capitão Contar (PTBR), eleito deputado federal nas últimas eleições e candidato de Bolsonaro ao governo do Mato Grosso do Sul, aumentou seu patrimônio em impressionantes 725% de 2018 para cá. De acordo com declarações de bens feitas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) há quatro anos, época que o parlamentar foi eleito, Contar registrou uma moto de 80 mil reais. Em 2022, o candidato afirma ser proprietário de três veículos, além de R$ 91 mil em contas poupança e créditos no valor de R$ 96 mil. Dessa forma, ao declarar R$ 583 mil Capitão Contar apresenta um crescimento econômico de R$ 503 mil em apenas 4 anos.

Com 12% das intenções de voto de acordo com a última pesquisa Datafolha, o candidato ocupa o quinto lugar na corrida pelo cargo de governador sul-mato-grossense. Entre falsas acusações e xingamentos, Jair Bolsonaro (PL) utilizou um dos seus direitos de resposta concedidos no debate realizado ontem (29/09) para declarar seu apoio a Contar (PTBR).

Até aquele momento, o presidente estava alinhado a Eduardo Riedel, do PSDB, partido o qual faz parte da mesma coligação que Bolsonaro no estado. A declaração só foi feita após uma provocação de Soraya Thronike (União Brasil), que acusou Bolsonaro de traição por não contribuir com a candidatura de Contar – um apoiador assíduo de sua campanha presidencialista desde 2018, quando foi eleito. A propaganda realizada pelo presidente foi vista como uma afronta a aliança traçada com Riedel durante todo o ano. Bolsonaro já havia recebido o candidato do PSDB duas vezes em Brasília, além de o ter visitado duas vezes em Mato Grosso do Sul. 

Capitão Contar, que estampa seu site de campanha com fotos em companhia de Bolsonaro, é alinhado com múltiplas pautas bolsonaristas. Em declarações em redes sociais, o candidato questiona a efetividade das vacinas contra Covid, ataca ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e espalha desinformação sobre o candidato Lula (PT). Em um tweet publicado no dia 17 de abril, Contar coloca que “se o molusco organizar uma motociata, a polícia poderá recuperar todas as motos roubadas do país”, fazendo referência a Lula e seus apoiadores. Em outra postagem feita em seu Twitter, o candidato reclama sobre a obrigatoriedade da vacina e da irresponsabilidade “em tomar essa vacina ‘teste'”.

Site oficial do candidato Capitão Contar (PTBR)

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Lula e Xi: por nova ordem mundial

Coincidência vai além do terceiro mandato e é vista em discurso que desenha uma nova configuração da forças politicas no mundo, onde o protagonismo pode

Craque dentro e fora do campo

O centroavante Richarlison ganhou cerca de 4 milhões de seguidores em seu Instagram após fazer os dois gols na vitória do Brasil contra a Sérvia.