CAMPONÊS ASSASSINADO EM ARARI, NA BAIXADA MARANHENSE.

JOSÉ FRANCISCO LOPES RODRIGUES, carinhosamente chamado de “Quiqui”, 55 anos, foi atingido por um tiro de arma de fogo no último dia 03/01/2022, na ocasião sua neta de apenas 10 anos também foi baleada.
JOSÉ FRANCISCO LOPES RODRIGUES, carinhosamente chamado de “Quiqui”, 55 anos
JOSÉ FRANCISCO LOPES RODRIGUES, carinhosamente chamado de “Quiqui”, 55 anos

JOSÉ FRANCISCO LOPES RODRIGUES, camponês, carinhosamente chamado de “Quiqui”, 55 anos, foi assassinado por um tiro de arma de fogo feito último dia 03/01/2022, o levando a óbito no dia 08/01/2022

O pistoleiro se escondeu no quintal da casa da vítima e disparou contra elas logo após o jantar. Senhor Francisco se submeteu à procedimento cirúrgico, mas, na manhã do último sábado, 08/01/2022, veio a óbito na capital São Luís.

Francisco Pereira era, junto com sua família, são posseiro do quilombo Cedro, zona rural de Arari, comunidade localizada dentro da Área de Proteção Ambiental-APA da Baixada Maranhense. Os moradores desse quilombo há anos vive em conflito com grileiros que cercam os campos públicos, inclusive com cercas elétricas, para criação de gado.

No dia 20/11/2021, os representantes da Organização das Nações Unidas – ONU e da Defensoria Pública da União, participaram de uma audiência pública no quilombo Cedro, na residência do senhor Francisco. Na ocasião, várias lideranças comunitárias relataram as graves violações de Direitos Humanos.

Fonte: Fóruns e Redes da Cidadania do Maranhão

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>