“Caçadores de comunistas”: deputada de BH recebe ameaça de morte

Andréia de Jesus recebeu as ameaças por e-mail. "Vamos eliminar você" e "Marielle te espera" foram algumas das mensagens
Andréia de Jesus em homenagem à Marielle Franco, deputada assassinada em 2018. Imagem/Reprodução Site Andréia de Jesus

Andréia de Jesus, deputada estadual de Minas Gerais pelo PT e a primeira mulher negra eleita para o parlamento mineiro, recebeu novas ameaças de morte na última quinta-feira (15). Por e-mail, um grupo intitulado “Comando de Caça aos Comunistas de MG” diz que “seus dias estão contados e seu fim é questão de tempo”. O grupo cita Marielle Franco, deputada assassinada em 2018, e saúda Ustra, torturador que atuou durante a ditadura civil militar (1964-1985).

O relógio marcava 1h59 da manhã quando Andréia de Jesus, que é candidata a reeleição, recebeu um e-mail intitulado “Já estamos contando as balas”. A mensagem é direta, e diz: “Deputada Andreia de Jesus vou ser direto. Estamos cansados de seus ataques a família mineira. Por isso vamos eliminar você. Vai ser com tiros nas nádegas e pelas costas pois os traidores merecem. Você nem vai ver o que te atingiu. Seus dias estão contados e seu fim é questão de tempo. Muito pouco tempo. Marielle te espera. Ustra vive“.

E-mail ameaçando Andréia de Jesus. Foto/Reprodução

Não é a primeira ameaça recebida pela deputada. Em 2021, Andréia defendeu a abertura de uma investigação após uma ação policial em Varginha matar 26 pessoas. Pouco depois, recebeu ameaças virtualmente: “vamo lhe matar. Seu fim será como o de Marielle Franco”.

Em agosto deste ano, Andréia de Jesus recebeu uma carta com símbolos nazistas e ofensas racistas. Na época, apresentou o material a Polícia Legislativa e registrou um boletim de ocorrência.

Em seu Twitter, a deputada comentou sobre a ameaça mais recente. “Recebi uma nova ameaça. Essa se tornou uma realidade na minha vida. Enquanto caminhava por Minas Gerais, levando esperança para um povo que está cansado de tanto sofrer, recebo a notícia de que, mais uma vez, minha vida foi ameaçada”.

Andréia ainda acrescentou que ela e sua equipe já tomaram as medidas jurídicas necessárias. “Sou semente de Marielle Franco, floresço, me fortaleço a cada dia e não permitirei ser interrompida”, finalizou em sua mensagem no Twitter.

“Mais uma vez, minha vida foi ameaçada”. Reprodução: Twitter

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS