Bolsonaro e Tarcísio entregam ilha em PE para mineradora de destruidor ambiental

Tarcísio autorizou mineradora de Daniel Dantas, maior infrator ambiental do país, a construir uma ferrovia no mangue da Ilha de Cocaia
Bolsonaro e Tarcísio querem entregar ilha do PE para mineradora - Foto: Reprodução
Bolsonaro e Tarcísio querem entregar ilha do PE para mineradora - Foto: Reprodução

Um pouco antes de sair do Ministério da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas bolou uma de suas últimas jogadas: autorizou a construção de uma ferrovia de 717 km ligando Curral Novo, no Piauí ao Porto de Suape, no sul de Pernambuco. O porto fica na Ilha de Cocaia, município de Cabo de Santo Agostinho, 35km de Recife (PE). Trata-se de um cenário composto por um mangue que resiste em meio a uma das principais zonas portuárias do Nordeste. Mas o governo Bolsonaro não quer que ele sobreviva por muito tempo. O projeto será feito pela mineradora Bemisa do grupo de Daniel Dantas, um dos maiores infratores ambientais.

Por Emanuela Godoy

Dentro do plano da Bemisa, também consta a construção de um Terminal de Uso Privado (TUP) de minérios em Cocaia, que abriga trabalhadores da pesca artesanal nos municípios de Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca. A consequência? Mais de 5 mil pescadores artesanais, em sua maioria mulheres, podem ficar sem fonte de renda. Ao jornal Brasil de Fato, a pescadora Vânia Maria Alcântara disse que “vai acabar o mangue mesmo, quando esse minério chegar. Não vai acabar só o mangue, vai acabar tudo. De onde ele está vindo, pra cá , tudo que vem no percurso do trem, vai acabar com tudo”.

A mineradora Bemisa pertence ao grupo Opportunity, que pertence ao banqueiro, minerador, pecuarista e especulador de propriedades rurais bilionário: Daniel Dantas. Levantamento feito pelo De Olhos Nos Ruralistas com base nos números do Ibama, determinou que Daniel Dantas é o maior infrator ambiental do país. As multas do Ibama de empresas controladas pelos fundos de investimento de Dantas somam mais de R$ 323 milhões.

A agropecuária Santa Bárbara Xinguara que pertence ao grupo AgroSB é uma das empresas que faz parte do fundo de investimento gerido pelo Opportunity de Daniel Dantas. A empresa foi multada em R$ 94 milhões por impedir a regeneração de uma área de 6.316 hectares desmatada em Eldorado dos Carajás no Pará, na Amazônia Legal. Neste ano, entretanto, Bolsonaro deixou vencer a multa de Dantas.

Em 2008, Daniel Dantas também foi condenado a 10 anos de prisão por corrupção ativa. No processo, ele é acusado de tentativa de suborno a um delegado da Policia Federal.

Leia mais sobre a obra da mineradora AQUI.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS