Bolsonaro contrata anúncio do Google para mascarar sua relação com Roberto Jefferson

Após a reação do deputado petebista contra o mandato de prisão, Bolsonaro tenta esconder as inúmeras fotos com político

A campanha do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PL), aposta em uma estratégia para tentar desvinculá-lo de Roberto Jefferson. A equipe comprou anúncios pró-Bolsonaro para aparecerem quando a soma dos termos “Presidente Bolsonaro Roberto Jefferson” for pesquisada. Essa preocupação se originou após a resistência do deputado bolsonarista ao mandato de prisão, atacando e ferindo os policiais federais com granadas e tiros de fuzil. 

Durante a operação, Bolsonaro afirmou nas redes, como forma de se distanciar da imagem do ex-parlamentar que “não tem foto dele comigo”. Logo em seguida, foi desmentido por usuários que encontraram e divulgaram as inúmeras fotos do presidente com o deputado. Além disso, Bolsonaro enviou o ministro da Justiça, Anderson Torres, ao local para negociar sua rendição, ato extraordinário nessas situações. O ministro também visitou os policiais feridos a pedido do presidente.

O tratamento concedido ao bolsonarista terrorista não corresponde em nenhuma instância à situação em questão. Considerando a reação do deputado com granadas e tiros de fuzis, ferindo dois PF, o terrorista não deveria ter recebido uma intervenção tão cordial e exclusiva. Diante desse atentado, a presença do ministro da Justiça foi exigida e concedida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, na mediação entre o bolsonarista e a Polícia Federal. Uma vergonha!

O anúncio contratado para mascarar essa aliança com Roberto Jefferson, direciona o internauta a um site com propaganda do governo atual. A campanha eleitoral sob o nome “A Verdade Sobre o Bolsonaro – Verdades de Bolsonaro” foca em dados da economia para convencer o eleitor. Ademais, conta com a presença de manchetes e termos contrários a imagens do candidato da frente progressista, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), tentando associá-lo à corrupção. 

Um dos grandes focos da campanha eleitoral do atual presidente é o campo da internet em redes como, o Youtube e o Google. Em um levantamento feito pela Agência Pública divulgado hoje (24), a equipe gastou 4,59 milhões de reais em um único dia e já anunciou 21 milhões no Youtube. Além disso, um quinto de todos os gastos no Google durante essa eleição é de Bolsonaro. 

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS