Ato “Por todas elas” em Porto Alegre

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Acontece neste momento ato em Porto Alegre-RS ato pelo fim da cultura do estupro. Dentre os pontos reivindicados estão:

  • O imediato arquivamento do projeto de Lei 5069 de autoria do Dep. Eduardo Cunha e de diversos partidos como PSDB, PP, PMDB até PT e PV, o qual viola a ética do profissional de saúde e visa impedir o acesso a pílula do dia seguinte para as mulheres vítimas de estupro;
  • A construção de mais delegacias especializadas em atendimento às mulheres vítimas de vioência com funcionamento 24h;
  • A aprovação do projeto de lei 168/2015 que prevê o aumento da penalidade para os crimes de estupro coletivo;
  • Mais investimento dos governos para a capacitação e sensbilização dos profissionais que prestam atendimento às mulheres vítimas de violência, para que não reproduzam o machismo, o racismo e a lgbtfobia;
  • Investimento dos governos em campanhas educativas de combate ao machismo, ao assédio sexual e naturalização da violência contra a mulher;
  • O combate ao machismo que é disseminado no poder Legislativo, Executivo e Judiciário, e também nos princípios misóginos que as religiões fundamentalistas incentivam;
  • A efentiva aplicação por parte do judiciário da Lei Maria da Penha e investimentos dos governos na construção dos centros integrais de atendimento à mulher;
  • E pela vida das mulheres! Pelo direito de decidir! A descriminalização e legalização do aborto.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

“Vou pra Porto Alegre, tchau!”

Por Lais Vitória Cunha de Aguiar, especial para os Jornalistas Livres Três ônibus com cerca de 200 pessoas saíram do ponto de encontro, o Hotel

>