Astronauta para João Gilberto

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

João Gilberto completaria hoje 89 anos de vida. Nos deixou há quase um ano, no dia 06 de julho. A música Astronauta faz 50 anos que foi gravada. Não faltam efemérides para o lançamento dessa versão moderna de Astronauta (Samba da Pergunta), composta por Carlos Pingarilho e Marcos Vasconcellos, e lançada em 1970 no álbum João Gilberto en México.

A homenagem de Passarim 30:

Todo esforço para descrever João Gilberto em palavras é sempre pouco. Qualquer forma de agradecimento seria insuficiente em relação à fonte infinita de inspiração e sabedoria musical que ele deixou de presente para o Brasil. Sua genialidade não cabe numa descrição, é um efeito que fica no ar movido pelo som da sua voz e do seu violão – um patrimônio invisível.

Um ano depois da sua sutil despedida ainda faz falta um adeus, mas o poder da sua música supera qualquer silêncio. O dom de mergulhar no íntimo de uma canção, a intenção declarada de representar a complexidade cultural brasileira, o grande compromisso com a pureza mais expressiva do som, todo seu legado amoroso e fundamental ficou registrado na palavra saudade.

Submersos nessa ausência, nós do Passarim 30, que sempre estivemos às voltas com João, quisemos tocar sua música com as mãos. Sem poder esquecê-lo decidimos viver com ele para sempre em nossas vidas, e por isso regravamos uma das intocáveis pérolas de seu repertório, o “Astronauta”, para entregar como uma celebração de aniversário ao nosso ídolo.

Ele agora mora só no pensamento ou então no firmamento. João Gilberto mora no imenso universo estético que criou, no canto mais brasileiro, em tudo que no céu viaja.

Assista ao videoclipe:

Ouça a versão original de João Gilberto:

Ficha técnica

“Astronauta (Samba da Pergunta)” – Carlos Pingarrilho e Marcos Vasconcellos

Passarim30:
Igor Caracas – bateria, voz
João Leão – piano elétrico, voz
Kika – sintetizador, voz
Tika – guitarra, voz
Meno Del Picchia – baixo

Victor Rice – mixagem
Klaus Sena – masterização

Guilherme Destro – filmagem e edição

Taiana Selbach – arte gráfica
Guilherme Destro – foto still

Produzido por Victor Rice e Passarim30
Gravado no estúdio Traquitana por Maurício Caetano e Victor Rice
A&R: Mauricio Tagliari
Label Manager: Benoni Hubmaier
Gravadora: ybmusic

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

moraes

ACABOU, CHORARE!

Antônio Carlos Moreira Pires menino de Ituaçú, sanfoneiro prodígio e como todo nordestino nascido, criado, escarrado e esculpido no sertão, cresce ouvindo Luiz Gonzaga no

>