ASSISTÊNCIA SOCIAL É UM DIREITO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA

Nessa quinta-feira (7/12) a Esplanada dos Ministérios recebeu milhares de militantes na defesa da política de Assistência Social no Brasil. Os 30 anos da Lei Orgânica da Assistência Social, a LOAS, marca um salto histórico do reconhecimento constitucional dessa política enquanto um direito para a população brasileira.

Na Assistência Social são atendidas mulheres vítimas de violência, população em situação de rua, quilombolas, atingidos por barragens, pessoas idosas, pessoas com deficiência e tantas outras populações.

Mas nos últimos anos do Golpe e no período do Governo Bolsonaro muitos desses serviços e financiamentos foram desmantelados, por isso é necessário reconstruir, tema da 13° Conferência que acontece em Brasília nesta semana.

Importante ressaltar as reivindicações do Fórum Nacional de Trabalhadoras e Trabalhadores, das organizações de usuárias e usuários do SUAS assim como outros movimentos organizados que para a reconstrução do SUAS a valorização passa pelo posicionamento de que Comunidades Terapêuticas não são parte dessa política, assim como as tentativas de vínculos clientelistas e do assistencialismo que rondam o interior do Sistema Único.

Uma Assistência Social forte, respeita as trabalhadoras e trabalhadores, reconhece a importância da população atendida nos serviços socioassistenciais e garante financiamento público a partir das demandas e especificidades do país.

Por Leonardo Koury, assistente social e professor.

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

POSTS RELACIONADOS