Vereadora Paolla Miguel (PT) é alvo de racismo Câmara de Campinas

O racismo não dá pra vocês o direito de falar o que querem. Racismo não é Liberdade de expressão. Racismo é crime. O PT repudia isso. Querendo ou não, vai ter mulher preta e periférica na Câmara debatendo. Essa elite branca que não sabe o que é ser mulher negra nessa país
Grupo de desordeiros racistas, negacionistas e antivacina agridem verbalmente a vereadora negra Paolla Miguel (PT)

 A vereadora discursava na  sobre o Projeto de Lei  245/20 que dispõe sobre o “Conselho de Desenvolvimento e Participação da Comunidade Negra e sobre o Fundo Municipal de Valorização da Comunidade Negra” e a necessidade de uma política antirracista,  quando foi agredida verbalmente por um dos integrantes de um grupo de racistas e antivacina  que estava no plenário da Câmara.  O grito de “ preta lixo” foi ouvido por membros da Casa.

O grupo já havia sido repreendido diversas vezes pelo presidente da Câmara Zé Carlos (PSB) durante a  sessão. O grupo gritava e vaiava  os vereadores e principalmente as vereadoras.

Alguns vereadores  já haviam  se dirigido ao presidente da Câmara denunciando os atos criminosos. “Alguém na plateia disse uma besteira e a gente está gravando a sessão. Quem falou, vai pagar. Três vereadores já me procuraram para falar do racismo cometido ”  afirmou  Zé Carlos.

O vereador Gustavo Petta  (PCdoB)  se pronunciou .

“Estamos ouvindo aqui manifestações racistas. Racismo é crime. Requisito os vídeos e a captação do som. Quem fez isso vai pra cadeia”.

Paolla voltou a discursar  aos gritos do grupo de desordeiros  .

“É mais do que necessário que a gente tenha uma cidade antirracista, que combata, inclusive, as expressões que estão sendo citadas no plenário, porque as pessoas acham que isso não é racismo. Campinas foi uma das últimas a abolir a escravidão”, encerrou. 

As vereadoras Mariana Conti ( PSOL) e Guida Calixto (PT) manifestaram seu  repúdio à atitude racista do grupo.  

Guida foi enfática;

“O racismo não dá pra vocês o direito de falar o que querem. Racismo não é Liberdade de expressão. Racismo  é crime. O PT repudia isso. Querendo ou não, vai ter mulher preta e periférica na Câmara debatendo. Essa elite branca que não sabe o que é ser mulher negra nessa país”.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>