A informação

Por Cauê Porcé.

O convidado de hoje é Cauê Porcé. Jornalista, vencedor do concurso de minicontos “A brasílidade de Cassiano Ricardo”. Em “A informação”, Cauê faz uso do mistério e do discurso vago para dialogar com nossos cotidianos e reforçar a (in)validade das notícias e mídias que acessamos.

De repente ouviu-se no rádio que as ruas estavam vazias. Era uma medida preventiva que havia sido tomada, mas nem todos concordaram. Isabela, que de vez em quando ia ao parque, quando soube da notícia reagiu com certo espanto.

No entardecer do mesmo dia, o rádio anunciou que não era um bom momento para aglomerações, pois coisas estranhas ocorriam, nada mais que pudesse ser explicado naquele momento. No entanto havia os que por algum motivo não contestassem a nova norma estabelecida. Isabela sabia disso. Mesmo com uma dúvida atrás da orelha, o que havia escutado no rádio a fez anotar a informação.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornalistas Livres

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Chorei por causa do MST

CEO que levou o MST para a Bolsa de Valores relata os bastidores desta operação revolucionária *Artigo originalmente escrito no perfil de João Paulo Pacífico

Os últimos homens do mundo

 Houve um dia em que conheci os últimos homens de um povo, Baita e Tamandua Piripkura. Tão instigado fiquei, eu diverso, eles únicos e últimos,

>