REVOLTA XOKLENG: “Prenderam o assassino, mas não chegaram aos mandantes do crime”

Comunidade está revoltada porque teve que fazer um protesto para prenderem o assassino dentro da casa dele, onde estava parado há vários dias, diz presidente dos caciques Tucun Gakran. Para lideranças, prisão de homem que matou o educador Marcondes Namblá a pauladas não deve encerrar as investigações. Versão da polícia para o crime como assassinato por “motivo fútil” revolta o povo indígena. Notícia foi recebida num misto de alegria, ceticismo e indignação. Fotos: Raquel Wandelli. Colaborou na arte da edição: Guilherme Imbassahy As aldeias da reserva de José Boiteux estão recebendo a notícia da prisão do assassino do juiz da Terra Indígena Xokleng Laklãnõ, Marcondes Namblá, morto a pauladas na virada do Ano Novo, no Litoral Norte de Santa Catarina, … Continue lendo REVOLTA XOKLENG: “Prenderam o assassino, mas não chegaram aos mandantes do crime”