Ministro inglês fez lobby para Shell e BP no Brasil

O que terá o governo Temer a dizer?
r
Greg Hands cumprimenta Paulo Pedrosa - reprodução site Unearthed

O braço jornalístico do Greenpeace, Unearthed, pediu informações ao governo inglês, com base na lei de acesso à informação, sobre a visita de Greg Hands, ministro do Departamento de Comércio Exterior britânico, ao Brasil em março desse ano.

Os funcionários do departamento mandaram, acidentalmente na avaliação do Unearthed, o comunicado sem edição e marcado com tinta amarela (veja abaixo). Pouco depois, o departamento emitiu uma segunda versão do documento, com as mesmas passagens editadas, numa tentativa de encobrir os fatos, avalia Rebecca Newsom, assessora sênior de política do Greenpeace.

reprodução do site Unearthed

Veja a tradução do comunicado:

“No Rio de Janeiro, o Sr. Hands abriu o evento UK Energy in Brazil. Mostra concorrida, em seu quinto ano, que combinou apresentações de empresas britânicas e as descobertas de diversos projetos do fundo Prosperity de interesse dos parceiros comerciais brasileiros. Os hidrocarbonetos eram um foco importante, dada a escala da oportunidade comercial: o Departamento de Comércio Internacional Brasil apoiou empresas britânicas para conquistarem mais de 2 bilhões de libras em exportações, nos últimos três anos.

Em sua conversa com Paulo Pedrosa, vice-ministro brasileiro de Monas e Energia, o Sr. Hands conseguiu avaliar o compromisso do governo em melhorar o ambiente regulatório. Anúncios positivos têm sido feitos, nos últimos seis meses, sobre a redução dos requerimentos de conteúdo local (objetivo central do Prosperity para nós no Brasil) e maior abertura para empresas estrangeiras nos leilões do pré-sal.

Em um café da manhã privado, os beneficiários diretos dessas mudanças – Shell, BP e Premier Oil – identificaram suas preocupações restantes referentes a tributação e licenças ambientais que o Sr. Hands conseguiu abordar diretamente com o vice-ministro Pedrosa.

Pedrosa confirmou que seu ministério já estava fazendo lobby com seus colegas do governo brasileiro.

O diretor para óleo e gás do Departamento de Comércio Internacional, Craig Jones, continuou esse diálogo estreito no dia seguinte conduzindo um seminário sobre política de conteúdo local, no escritório central do regulador brasileiro de óleo e gás. […].

Segundo do jornal The Guardian: “O governo do Reino Unido negou que fosse lobby para enfraquecer o regime de licenciamento ambiental, embora a campanha tenha rendido frutos. Em agosto, o Brasil propôs um plano de alívio tributário de vários bilhões de dólares para perfuração offshore e, em outubro, a BP e a Shell ganharam a maior parte das licenças de perfuração de águas profundas em um leilão do governo”.

Com a palavra, o governo brasileiro.

Notas

1 Para ver matéria do Unearthed: https://unearthed.greenpeace.org/2017/11/19/brazil-shell-bp-greg-hands-liam-fox/

2 Para ver matéria no The Guardian: https://www.theguardian.com/environment/2017/nov/19/uk-trade-minister-lobbied-brazil-on-behalf-of-oil-giants

Categorias
DestaquesGolpePolítica
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish