Pela aceitação da amamentação em público

Por Isabela Abalen, com vídeo de Bruna Vieira e Josué Gomes, para os Jornalistas Livres

Mães inconformadas com repúdio à amamentação de suas crianças em espaço público organizaram o #Mamaço, ato de conscientização no no Shopping Del Rey, em Belo Horizonte.

Mulheres impedidas de amamentar suas crianças no Shopping Del Rey, grande ponto de entretenimento de Belo Horizonte, e simpatizantes, se reuniram no dia 12 de agosto, no pátio principal do centro de compras para reivindicar esse direito defendido por lei. O estabelecimento possui denúncias de mães que foram abordadas por seguranças para que parassem de amamentar em corredores ou pátios do shopping e se dirigissem ao espaço família, o único lugar que, segundo os mesmos, era possível amamentar. Em um dos casos, a mulher foi pega pelo braço pelo segurança ao negar parar ou mudar de ambiente.

Kika Moreira foi uma das mães abordadas pelos seguranças nas dependências do shopping. Ela contou à imprensa que o mesmo a encostou e a convidou a se retirar e se dirigir ao espaço família: “a reação que tive foi esguichar o leite no segurança como forma de indignação, achei um absurdo”.

Além dela, uma mãe – o último caso que motivou a manifestação – também foi impossibilitada de amamentar seu filho de quatro meses. A mesma, indignada, fez uma reclamação no Serviço de Atendimento ao Cliente do Del Rey, que anunciou que a atitude do segurança estava de acordo com o posicionamento do shopping. Das cerca de 20 mulheres que compareceram ao Mamaço, cada uma tinha sofrido da mesma restrição ou conhecia mulheres que haviam sofrido.

De acordo com a Lei estadual 22.439 e a Lei municipal 10.940, a mãe tem direito a amamentar seu filho quando e onde quiser e for preciso, independente se houver lugar específico para esse ato ou se a instituição é privada ou pública. Em âmbito estadual, a multa a quem isso desrespeita é de cerca de 900 reais, já no município o número é de 500 reais, sendo esse dinheiro destinado à educação infantil.

Agosto é o mês da amamentação e fortalecimento da luta pela normalização dessa ação. Além da manifestação no shopping, mulheres do Grupo Gestar – de apoio às gestantes de Minas Gerais – também se organizaram no dia 5 do mês para comemorar a Semana Mundial de Aleitamento Materno. O evento ocorreu na Praça da Liberdade e, nele, foi comemorado a aprovação da Lei estadual 22.439. Gabrielle Faria, uma das líderes do movimento, chegou a anunciar: “aleitamento não é só um ato de amor, é questão de saúde pública”.

O Shopping Del Rey anunciou à imprensa que sente pelo constrangimento das mães impossibilitadas de amamentar seus filhos aonde quiseram e que a conduta geral do shopping é aberta ao aleitamento das crianças livremente por todo o espaço. Foi dito também que será reforçado a comunicação com a equipe de seguranças e que serão tomadas as medidas cabíveis para resolver o problema.

Mídia democrática, plural, em rede, pela diversidade e defesa implacável dos direitos humanos.

Categorias
Belo HorizonteCidadesDebateDireitos HumanosFeminismo

Mídia democrática, plural, em rede, pela diversidade e defesa implacável dos direitos humanos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish