Fim de Semana no Parque

Em Recife, Theatro do Parque está interditado por uma reforma que, segundo vizinhos, só existe no papel
Movimento de resistência no Theatro do Parque em Recife

Um vovó querido por toda a população recifense, é assim que podemos definir o Theatro do Parque, inaugurado em 1915 pelo comendador português Bento de Aguiar, que construiu em anexo o Hotel do Parque, na região central do Recife, pensando na acomodação dos artistas que se apresentariam na casa.

Além de peças de teatro, o Parque recebia bandas, orquestras – muitos recifenses lembram do projeto “Seis e Meia” – e também o saudoso Cinema do Parque, que mantinha a preços populares, uma programação educativa, com filmes que não passavam no circuito de “Multiplexes”.

Infelizmente a história atual não é tão mágica: desde 2010 o teatro está interditado por uma reforma que, segundo vizinhos, só existe no papel, pois a movimentação de funcionários na obra é inexistente.

O Theatro do Parque  da década de 1930

Em contraponto a esse descaso diversos artistas já declararam nesses últimos 7 anos de fechamento, a tristeza que é ver um espaço ícone na cultura pernambucana, ser tratado de maneira tão desprezível pelos gestores municipais.

Theatro do Parque hoje

Amanhã (sábado/26) é dia de Virada Cultural do Teatro do Parque. Na raça e matando a bola no peito, um monte de gente massa, unida pelo objetivo de mostrar à sociedade e aos gestores responsáveis pelo teatro que do jeito que está, não dá, o grito é único: VAMOS REABRIR O PARQUE!

A partir das 10h, vários artistas estarão se apresentando no entorno no Parque. Serão 12h ininterruptas de música, dança, teatro, exposições, cinema, exposições e poesia.

Apesar de tudo ser gratuito, a produção está tentando organizar uma vaquinha virtual na página do evento, para pagar água, lanche pra equipe e artistas, aluguel de palco, toldos e gerador de energia. Na pagina também deram a sugestão de uma urna colaborativa no local.

“O teatro é um dos instrumentos mais expressivos e úteis para a edificação de um país; é o barómetro que marca a sua grandeza ou a sua decadência.” (Federico Garcia Lorca)

Confira a programação completa

PARQUE HENRIQUE CELIBI (Palco Principal)
10h – Leitura do Manifesto em prol da reabertura do Teatro do Parque com
cerimônia de lavagem da calçada e cantos de prosperidade com Otiba.
10h (Circo) – Malabares com a Família Malanarquistas – Marciano Pretinho
das Antenas Longas.
10h25 (Circo) – Intervenção de Palhaçaria (Companhia Brincantes de Circo).
Boris Trindade
10h35 (Dança) – Pantomima, Danillo Dannti, Jay Figueredo, Lily Vidal e Kelson
Tavares.
11h05 (Circo) – Dois em Cena
11h15 (Música) – Arteligados
11h45 – Leitura do Manifesto (2)
12h (Dança) – Terezinha com Rebeca Gondim
12h20 (Música) – Luísa Pérola do Samba e Trio Buteko, Ruy Ribeiro e
Lucinha Guerra.
12h50 (Teatro) – Politicamente Vos Digo, Abarca-me
13h20 (Música) – Alexandre Seixas, Mayra Clara.
13h40 (Dança) – Step Evolution, Funknáticos e Grupo Acaso
14h10 (Teatro) – Totem (Nem Tente)
14h30 (Dança) – Academia Fátima Freitas
14h40 (Música) – Pau de Dar em Doido, Os Carlton.
15h10 (Música) – Os Caetanos
15h30 (Circo) – Violetas da Aurora
15h50 (Música) – Catharina Dee Jah (MC Ririca)
16h10 (Teatro) – Três Tristes Gregas – Metraton Produções
16h30 (Dança) – Maria Paula Costa Regô e Alê Carvalho com convidados
17h (Teatro) – Cênicas – Cia de Repertório
17h10 (Dança) – Sheylla Cavalcanti e Jaqson Gomes
17h20 (Dança) – Hélder Vasconcelos e Studio Viégas
18h40 (Teatro) – Ópera do Sol – Galharufas Produções
19h (Dança) – Cia de Dança Ferreiras e Amanda Lima
19h10 (Teatro) – Santo Genet e as Flores da Argélia – Cênico Calabouço
20h10 (Dança) – Flávia Pinheiro e Carolina Bianchi; Dielson Pessoa.
20h20 – Sarau da Boa Vista
21h – Leitura do Manifesto (3)
21h10 (Teatro) – Adriano Cabral, Ana Ferro, Senhora de Engenho, Entre a
Cruz e a Torá e Risoflora

PARQUE SOM NA RURAL
16h40 – Juvenil Silva e Marília Parente
17h30 – JCarlos
17h40 – Quilombro
18h – Café Tinto
18h20 – Dinho Negaba
19h30 – Cássio Sette
19h40 – Banda Boa Hora, Raphael Souto
21h40 – Mônica Feijó e Clayton Barros
22h – Griô
22h20 – STR
22h40 – Ivo e Banda
23h – Hélder Vasconcelos
23h20 – Clayton Barros , Canibal e DJ Dolores com intervenção de Água Dura

PARQUE POÉTICO CLARICE LISPECTOR
10h20 – Abertura
10h35 – Miró da Muribeca
10h50 – Monólogo de Frei Caneca com Buarque de Aquino
10h05 – Alisson Fernando (inscrição para microfone)
11h30 – Microfone Aberto
12h – Poesis
12h30 – Michelli Amorim
12h40 – Henrique Andrade
12h50 – Oséas Borba Neto
13h – TrupeArteNaMochila
13h10 – Beto Mix (inscrição para o microfone)
13h20 – Microfone Aberto
14h – Valmir Jordão
14h10 – Tonfil
14h30 – Lenemar Santos
14h40 – Leitura do Manifesto
14h50 – Auzeh Freitas
15h – Fred Caju
15h20 – Tempo para os poetas do Sarau da Boa Vista
15h40 – Rodrigo Santos (inscrição para o microfone)
15h50 – Microfone Aberto
16h10 – Rômulo Moraes (Sociedade dos Poetas Bebados)
16h20 – Carlos Mesquita (Cia. de artes integradas Literatrupe)
16h30 – Sidney Nicéas
16h40 Inscrição para o microfone
16h50 – Microfone Aberto
17h10 – Aldy Marcelo
17h20 – Aninha Barbosa
17h30 – Controverso Urbano
Leituras do Manifesto feita por inúmeros artistas , incluindo José Pimentel ,
Bruno Garcia , Irandir Santos e muito mais!

PARQUE FIRMO NETO
A partir das 19h, exibição de curtas:
My Way (Camilo Cavalcante)
Cortes Femininas (MAPE)
Mulher(es)pelhos (Coletivo Mulheres Espelhos)
Calma, Monga, Calma (Petrônio de Lorena)
Faço de Mim o que Quero (Petrônio de Lorena e Sergio Oliveira)
O Veio (Adelina Pontual)
Gira (Kátia Mesel)
Especulações S.A. (Erlânia Nascimento)
Arretadas (Synara Veras)
Teatro do Parque, da Glória ao Caos (Thiago Feliciano)
Somos Todos Jaqueline (Anina Dias)
Garotas da Moda (Tuca Siqueira)
Finito (Myriana Albuquerque)
Oula (Visto Permanente)
Santa Mala (Visto Permanente)

Atividades Paralelas para colorir a Rua do Hospício durante as atrações:

MANHÃ (a partir das 10h)
– Contação de História com Thaís Botelho e Beth Cruz.
– Performances
– Performance fixa – Cuidado: Humanos (Simone Santos e El Maria)
– Urubu no Parque, com Leonardo Leitão (baseado em Franz Kafka)
– La Caterina ronda o Parque – do Viva La Vida- Atriz Milan Cavalcanti

TARDE
– Pernas de Pau da Escola Pernambucana de Circo
– Cia. de acrobacia aerea Penduricalho (os tecidos serão pendurados nas
árvores em frente as Casas Bahia
– Malabares com Delmar Camilo
– Artesanato: GRUMAI (Grupo de Mulheres Artesãs Independentes)

Página do evento:
https://www.facebook.com/events/338984286549282/?active_tab=discussion

Categorias
CulturaDestaques
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish