Movimento Nacional pela Anulação do Impeachment cobra andamento da ação no STF

Por Vinicius Borba Jornalistas Livres

Representantes do Movimento Nacional pela Anulação do Impeachment(MNAI) estiveram com a Ministra Cármem Lúcia para cobrar andamento nos mandados de segurança pelo retorno da presidenta Dilma Roussef ao seu mandato. O encontro ocorreu nesta quinta-feira (13) pela manhã. Os mandados foram impetrados ainda no ano de 2016, há cerca de 10 meses.

Para o advogado Wallace Martins, o Brasil espera uma resposta: “Não só o STF como toda sociedade e nossa democracia merecem o julgamento desta ação”, afirmou. Fernanda Pieruzzi, do MNAI, afirmou que não ha mais o que esperar. “Como guardião da Constituição o STF nos deve essa resposta. Temos comitês espalhados por todo Brasil e seguimos em luta”. O integrante do MNAI, Valdson Silva entregou carta de pedido de urgência para a tramitação do processo.

Para o integrante da Executiva Nacional do Partido da Causa Operária (PCO), Antonio Carlos Silva, que assinou condição de Amicus Curia no processo em apoio ao volta Dilma, é indispensável que haja julgamento. “A ministra nos recebeu como resultado do processo de mobilização pelos comitês em todo Brasil. É necessário dar prosseguimento a essa mobilização com companheiros do PT, partidos e movimentos para a anulação do impeachment”, afirmou.

Mídia democrática, plural, em rede, pela diversidade e defesa implacável dos direitos humanos.
Categorias
BrasíliaGolpeJusticaPolítica

Mídia democrática, plural, em rede, pela diversidade e defesa implacável dos direitos humanos.
Um comentário
  • amanda b.
    13 julho 2017 at 20:38
    Comente

    É uma notícia de extrema importância esta. Mesmo acompanhando vários movimentos eu não sabia que havia esta comissão. O tom da reportagem parece dar uma abordagem longíqua ao noticiado, como se fosse uma coisinha acontecendo ali em alguns lugares do Brasi. Sou fã do Jornalistas Livres, muito! Então pessoal, um pedido: dêem toda visibilidade necessária a este movimento. É uma luz que nem está no fim do túnel ainda, mas ela pode entrar.

  • Deixe uma resposta

    AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish